A evolução de alguns logos famosos

Já comentámos, em várias ocasiões, que a identidade visual de uma marca vai muito além do seu logótipo. Mesmo que estejamos a falar de logos famosos. Trata-se de um processo de planeamento, design e execução de toda a expressão visual de uma marca de acordo com a estratégia definida. Mas claro que o logótipo tem imensa importância uma vez que é o símbolo de uma empresa. Muita gente, quando nomeia uma marca, na verdade está a referir-se ao seu logo. Neste sentido, as recentes alterações de design de entidades como Correos, BBVA ou Zara deram muito que falar. Mas não foram as únicas: as grandes marcas vão atualizando os seus logos famosos com maior ou menor frequência. Por exemplo, a Coca-Cola já o fez 11 vezes.

Quando se deve atualizar a identidade visual de uma marca?

Em primeiro lugar, deverá haver motivos que o justifiquem. Se a sua marca se encontra em alguma destas situações, provavelmente chegou o momento de a renovar:

  • A empresa apostou numa mudança de estratégia de negócio.
  • A tecnologia transformou as regras do setor.
  • O passar do tempo e o surgimento de novas tendências deixaram a identidade obsoleta.
  • A concorrência efetuou alterações importantes ao nível de marca.
  • Novas extensões geográficas, de categoria, de produto ou de target.

O que se deve ter em conta no momento de renovar a identidade visual da marca?

«La marca es uno de los elementos más esenciales de una compañía. Por eso, la posibilidad de introducir cambios debe ser cuidadosamente evaluada, y en caso de llevarse a cabo, implementada y comunicada con mucha atención. Tiene que contar con el respaldo de la alta dirección y llevarse a cabo por profesionales», assegura o nosso CEO, Conrad Llorens, numa recente reportagem.

Para ter sucesso numa mudança de logótipo ou de identidade visual, esta deve contemplar uma série de aspetos:

  • Evocar e transmitir a personalidade de marca.
  • Ser funcional, sistematizável e sustentável ao longo do tempo.
  • Todas as expressões gráficas, físicas, audiovisuais ou interativas devem responder a um mesmo critério e permitir reconhecer a marca em cada uma delas.

Algumas alterações de logos famosos

RTVE

logos famososA identidade de marca da RTVE não era renovada há décadas. Isto fez com que esta fosse percecionada como uma empresa ancorada no passado. Paralelamente, a falta de mudança também representava um obstáculo para comunicar o grande esforço que a empresa estava a fazer para se adaptar às alterações no setor audiovisual e às novas necessidades das suas audiências.

A renovação efetuada em 2008 permitiu à corporação e aos seus produtos e canais projetar uma nova identidade e estratégia. Ver case study.

FILMAX

logos famosos

Com mais de 60 anos de história, a Filmax é uma referência incontornável no mundo do cinema. Depois de superar várias crises e de se reinventar, a produtora e distribuidora cinematográfica espanhola necessitava contar com uma narrativa e imagem de marca que destacasse as suas qualidades e permitisse uma projeção com maior impacto. Ver case study.

STARBUCKS

logos famosos

A sereia esteve sempre presente no conhecido logo da Starbucks, o que parece fazer referência à capacidade de o café atrair os apreciadores desta bebida como as sereias atraíam os marinheiros.

Mas, embora, na sua origem, a marca tenha optado por um logótipo em tons de castanho, semelhante à estética do selo usado nos sacos de café em grão, ao longo dos anos foi-se renovando e, atualmente, não aparece nem o nome da marca nem o produto, pois a Starbucks oferece muito mais do que café.

MCDONALD’S

logos famosos

O logótipo foi perdendo os elementos supérfluos para dar todo o protagonismo ao seu elemento mais representativo: os dois arcos amarelos que nasceram nos anos 50. Foi sendo polido até se transformar numa imagem mais moderna, limpa e com melhor desempenho em todo o tipo de suportes.

BPlogos famosos

A alteração deste logótipo teve a sua origem numa decisão estratégica de marca. Em 2000, a British Petroleum passou de ter uma identidade visual própria de uma petrolífera, que fazia lembrar um escudo, para uma identidade baseada num símbolo que representa um sol com uma gama de cores em tons de verde e amarelo. Remetendo para o meio-ambiente, a BP adotou assim uma tendência social em ascensão: a sustentabilidade e a defesa do meio-ambiente.

Resumindo, não há que ter medo de atualizar os símbolos de uma identidade ou o conjunto de elementos que a formam. No entanto, esta não deve ser atualizada só porque sim, mas porque há razões que motivam essa mudança, contando sempre com uma boa estratégia e um plano detalhado de implementação, primeiro dentro da empresa e depois para o restante público-alvo.

New Call-to-action

Comentários

Ainda não existe nenhum comentário neste post

Escreva comentário