Naming: técnicas para criar o nome da sua marca

A criação de um nome comercial para uma marca não é tarefa simples. São muitos os aspetos a tomar em consideração para evitar associações indesejadas, confusões, ou pronúncias erradas, entre outros.

Neste artigo explicamos-lhe técnicas de criatividade que o ajudarão a criar e a escolher o seu nome comercial.

De qualquer modo, não se esqueça de que o naming é muito mais do que criatividade: é método, é estratégia, é comunicação, é empatia, é marketing, etc. Portanto, encare as seguintes técnicas de criatividade dentro dessas abordagens. Não servirá de nada ter um nome comercial original se o mesmo não transmite os valores da marca ou se este não gera empatia com o seu público-alvo. Estas questões deverão ser definidas à priori.

 

A técnica das palavras aleatórias

Esta técnica é apenas recomendável para o início do processo de criação de um nome comercial.

Consiste em elaborar uma lista de palavras que se interligam ou se encaixam, de alguma forma, com os objetivos, com o target e/ou com os valores da sua marca. Para tal, podemos recorrer à utilização de um gerador de palavras aleatórias on-line e escolher as que melhor se encaixem ou, simplesmente utilizar um dicionário e abrir as suas páginas ao acaso.

naming-tecnicas

Depois de termos essa lista, chega o momento de classificar as palavras escolhidas em função do aspecto no qual as mesmas se encaixam. Por exemplo, podemos obter uma lista na qual existam quatro palavras que se encaixem com um determinado valor da nossa marca e oito palavras que se encaixem com o perfil do nosso target.

A existência dessa lista ajudá-lo-á como base da técnica seguinte.

 

A técnica dos seis chapéus para pensar

Esta técnica foi criada pelo especialista em criatividade, Edward de Bono, e pode ser utilizada em numerosos casos. Não sendo a criação de um nome comercial uma exceção. Ao utilizá-la para criar um nome comercial, é recomendável fazê-lo depois de ter uma lista de palavras relacionadas ou de possíveis nomes comerciais, para os poder utilizar como eixo da técnica aqui proposta.

Consiste em utilizar seis formas de pensamento através de seis chapéus de cores diferentes. Este exercício pode ser realizado de forma individual como em grupo, e no caso de ser feito em grupo, não é necessário que hajam exatamente seis pessoas. O mais importante é utilizar as seis formas de pensamento associadas a cada chapéu que são as seguintes:

  1. Chapéu branco. Foca-se em fatos-objetivo. Pode concentrar-se, por exemplo, em consultar todas os significados possíveis de cada proposta do nome comercial que coincidam com uma determinada palavra no dicionário.
  2. Chapéu amarelo. Concentra-se no que é positivo. Para uma determinada lista de nomes comerciais, são procurados os aspetos positivos de cada proposta.
  3. Chapéu vermelho. Concentra-se nas emoções, sem as justificar. Se uma proposta de nome comercial o faz sentir incómodo, deve dizer que o faz sentir incómodo, mas sem mencionar o motivo. Afinal de contas, o público-alvo, não se vai auto-analisar para averiguar porque é que um determinado nome comercial o faz sentir incómodo.
  4. Chapéu verde. Concentra-se nas ideias criativas. Com base em tudo o que foi mencionado pelos chapéus anteriores, podem-se realizar novas propostas de nome comercial que aproveitem as boas e eliminem as más ideias surgidas até ao presente momento.
  5. Chapéu azul. Atua como moderador e vai distribuindo o uso à palavra entre as cores. Define a estratégia e a ordem dos pensamentos, e ainda decide se é conveniente ver os aspetos negativos (preto) depois de uma ideia muito original (verde) ou avaliar os aspetos positivos (amarelo) de uma emoção que surgiu (vermelho).

Ao utilizar esta técnica em grupo, é recomendável que os chapéus vão mudando de pessoa para pessoa, de vez em quando, para que cada pessoa possa ver as questões de maneiras diferentes, quando se concentra numa abordagem objetiva, positiva, negativa, emocional ou criativa.

Obviamente que existem muitas mais técnicas de criatividade que podem ser utilizadas para nos ajudar na criação de um nome comercial, mas com estas duas já terá um bom ponto de partida para criar o seu nome com sucesso.

Comentários

Ainda não existe nenhum comentário neste post

Escreva comentário